Scroll Top

[vc_row full_width=”stretch_row” css=”.vc_custom_1586772908536{margin-bottom: 0px !important;padding-top: 120px !important;padding-bottom: 100px !important;background-color: #f1f2f4 !important;}”][vc_column offset=”vc_col-lg-6 vc_col-md-6 vc_col-xs-12″][vc_column_text css_animation=”none” css=”.vc_custom_1660417465582{margin-top: 0px !important;margin-bottom: 0px !important;padding-top: 0px !important;padding-bottom: 0px !important;}”]

HISTÓRIA DA INSTITUIÇÃO

[/vc_column_text][gem_divider margin_top=”60″][vc_column_text css_animation=”none”]O trabalho social da SEF teve início na década de 1980 junto a uma comunidade de Niterói, então conhecida como Favela do Gás.

Com a maturidade da instituição e a consequente experiência alcançada no desenvolvimento desse trabalho, a SEF julgou oportuno e imprescindível dar um novo passo na direção da sistematização das suas atividades assistenciais. Dessa forma, criou o Departamento Assistencial que, sob a denominação de Remanso Fraterno, veio dinamizar tais atividades.

Fundado em 20 de março de 1988, em terreno adquirido pela SEF, na região de Várzea das Moças, periferia de Niterói/RJ, as atividades tiveram início de forma muito simples, atendendo a população primeiramente na praça do Rio do Ouro e depois no espaço onde hoje se localiza o Remanso Fraterno.[/vc_column_text][/vc_column][vc_column disable_custom_paddings_tablet=”true” disable_custom_paddings_mobile=”true” css=”.vc_custom_1540472881684{margin-left: 0px !important;padding-left: 0px !important;}” offset=”vc_col-lg-6 vc_col-md-6 vc_col-xs-12″][gem_image position=”centered” src=”107″][/vc_column][vc_column css=”.vc_custom_1578656655697{margin-bottom: 0px !important;padding-top: 0px !important;padding-bottom: 0px !important;}”][vc_column_text css_animation=”none”]Em 19 de dezembro de 1993, foi inaugurado o Prédio da Administração, hoje ocupado pela Assistência Social, em 18 de dezembro de 1994; o Prédio do Setor de Saúde; em 26 de agosto de 1996 o prédio do Setor de Educação e em 2001 o Prédio do Refeitório.

A partir do trabalho que vinha sendo desenvolvido com a comunidade, constatou-se a necessidade urgente de uma escola em tempo integral, de forma a permitir que as mães ou outras mulheres com função materna pudessem realizar a melhoria de suas condições de vida através de emprego remunerado. Foi então que, em 1.º de junho de 1998, inaugurou-se o Núcleo Educacional Professora Clélia Rocha.

Em 2 de fevereiro de 2002, foi inaugurada a Creche Comunitária Professora Clélia Rocha, em parceria com a Prefeitura Municipal de Niterói.

Mais recentemente, em 30 de novembro de 2013, como resultado da reforma do Prédio da Administração, foi inaugurada a nova sede da Diretoria de Assistência Social abrigando o Projeto Acolher é Transformar e as atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – Projeto Acolher Jovem.

Em 2013, considerando o cenário do Sistema Único de Assistência Social, o Remanso Fraterno está enquadrado no SUAS como entidade de Assistência Social de Proteção Social Básica.

O Remanso Fraterno atende hoje as comunidades dos municípios de Niterói (Várzea das Moças) e o Município de São Gonçalo (comunidades fronteiriças de Niterói).[/vc_column_text][gem_gallery gallery_gallery=”632″ gallery_type=”grid” gallery_layout=”4x” gallery_style=”masonry” gaps_size=”42″ metro_max_row_height=”280″][/vc_column][/vc_row]